Archive for setembro, 2009

Avião da TAM sofre pane em Cuiabá e aborta a decolagem

terça-feira, setembro 15th, 2009

Um avião da TAM, que sairia hoje às 10h de Campo Grande e seguiria a Brasília, acabou decolando às 11h. Com escala em Cuiabá, a aeronave apresentou pane na refrigeração e deixou alguns passageiros preocupados, dentre eles o deputado federal Nelson Trad (PMDB) e o senador Delcídio Amaral (PT).

Nelson Trad conta que quando o avião pousou em Cuiabá, já começou a apresentar problemas. Após ser consertada, a aeronave tentou decolar, perdeu força já na pista por conta da pane no ar-condicionado, não consegiu levantar voo e fez uma parada brusca que assustou os passageiros. A decolagem teve de ser abortada.

Todos os passageiros, conforme o parlamentar, tiveram de descer do avião e esperar que o problema fosse sanado. Depois de ser consertada pela segunda vez, a aeronave conseguiu decolar e pousou em Brasília às 15h30.

“Foi um transtorno e a viagem ficou muito cansativa. Quando o refrigerador estragou, o calor estava insuportável”, explica Nelson Trad.

Fonte: João Humberto e Danúbia Burema (Campo Grande News)

Air France é acusada de acobertar causas

quarta-feira, setembro 2nd, 2009

Pilotos da Air France-KLM acusaram os investigadores de acidentes da companhia de tentar encobrir a causa da queda do Airbus que fazia o voo 447, do Rio de Janeiro a Paris. O avião desapareceu no dia 31 de maio e caiu na região do arquipélago de Fernando de Noronha, matando 228 pessoas. “Eles estão tentando culpar os pilotos, eles não querem a verdade”, afirmou Gerard Arnoux, porta-voz do Sindicato dos Pilotos da Air France, segundo a edição desta quarta-feira do jornal britânico The Times. “A arquitetura dos sistemas da Airbus está em questão”, explicou ele.

(mais…)

Buscas das caixas pretas serão retomadas

quarta-feira, setembro 2nd, 2009

As investigações para descobrir as causas do acidente com o voo 447 da Air France, que caiu sobre o Atlântico no dia 31 de maio com 228 pessoas a bordo, poderão durar mais um ano e meio e custar dezenas de milhões de euros, afirmou nesta segunda-feira Paul-Louis Arslanian, diretor do BEA, o órgão francês que investiga a catástrofe. (mais…)